Noticías

Todo voto conta! - 27/09/2018

Carta dos Servidores Públicos aos cidadãos brasileiros em apelo ao voto consciente nas Eleições 2018  - No dia 27 de setembro diversos atos pelo país estarão estimulando o voto consciente


Os principais setores representativos dos servidores públicos do país lançaram em agosto a Campanha do Voto Consciente visando as eleições deste ano. São 16 milhões de servidores públicos no Brasil e com potencial de influência sobre  35 a 45 milhões de votos.


E os servidores vem agora dirigir-se à sociedade brasileira, a todo cidadão, fazendo um apelo para o comparecimento às urnas, ao não desperdício do voto,  e à escolha dos candidatos sob o prisma do compromisso dos mesmos com o avanço dos serviços públicos no país e um Estado mais republicano.


Não importa qual o partido político. O uso do voto e do arbítrio do eleitor foi uma árdua conquista e é sagrado. É ele que pode mudar o país.


Assim no próximo dia 27 de setembro ativistas, lideranças e servidores públicos de diversas carreiras do poder público, estarão fazendo manifestações na frente de TREs e em pontos importantes das capitais e do Distrito Federal. Estarão distribuindo materiais e compartilhando conteúdos promocionais digitais de forma a convidar o eleitor em geral a exercer um voto em candidatos comprometidos com a melhoria e fortalecimento dos serviços públicos.

TODO VOTO CONTA!
Os servidores públicos fazem assim  um apelo ao eleitor:  votem pelos serviços públicos!  Não abandonem as instituições públicas ao acaso e aos descaminhos de ocasião. Escolham candidatos com histórico de compromisso com a eficiência do Estado, do fortalecimento dos serviços públicos e da transparência.


Os serviços públicos de qualidade são a expressão da qualidade da democracia e a confiança popular de que esta democracia vale de fato à pena.

As eleições de 2018 representarão um divisor de águas na história do Brasil. Esse ano, foi quebrada a mesmice eleitoral que permeava todas a eleições desde 1994, e temos um cenário inusitado, que reflete uma realidade nova, um novo Brasil que emerge para a política. Setores da sociedade que antes não tinham voz, agora podem participar ativamente do debate público, principalmente através das mídias sociais, quebrando o monopólio do discurso da velha política.

Em outubro, os brasileiros terão oportunidade de se manifestar sobre os caminhos que o país quer seguir para sair da crise. O esgotamento do modelo político da República de 1985 vem gerando uma grande aversão contra toda a classe política e fazendo com que o cidadão comum, num momento inicial, queira distância da política, fazendo crescer o número de pessoas que não querem votar ou votar em branco.

Contudo, nesse momento já começa a se consolidar a ideia de que a simples não participação no processo eleitoral significa dar um aval para a manutenção do status quo das velhas forças políticas do atraso. E nesse sentido, é justamente o eleitor insatisfeito é quem acabará decidindo a eleição e os rumos do país.

Foi nesse contexto que criamos a campanha Voto Consciente, com o objetivo de enriquecer o debate eleitoral, divulgando o acúmulo de conhecimento e experiências de boas práticas em gestão pública, para que o eleitor possa ter mais embasamento para formar sua opinião. E para isso, nada melhor do que ir direto na fonte, acessando a contribuição oriunda de servidores de carreira que conhecem profundamente as entranhas da máquina pública e sabem onde estão os nós que precisam ser desatados para que possamos ter uma gestão pública mais eficaz, eficiente e efetiva, com melhores serviços aos cidadãos.

Por isso tudo, é essencial que tenhamos bons recursos humanos gerindo a máquina estatal e promovendo os debates no parlamento. O bom funcionamento de qualquer empresa ou organização depende basicamente da qualidade de seus recursos humanos, e no setor público essa dependência é ainda maior.

Por isso, é importante que o cidadão brasileiro participe ativamente do processo eleitoral, não só votando, mas avaliando propostas e debatendo. Nesse momento, não importa partido ou ideologia, o que precisamos é dessa participação isenta do cidadão brasileiro para podermos sair da crise e construir um Brasil melhor para o futuro.”

N° de acessos: 66

Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado do Rio Grande do Sul

Rua Barros Cassal, 33/7° andar - Bairro Floresta - Porto Alegre/RS

CEP: 90035-030 - Fone/Fax: (51) 3226-4044

E-mail: sinprfrs@sinprfrs.org.br

SINPRF/RS © 2018