Noticías

SINPRF/RS e SINPEF/RS não compactuam com a atual política nacional - 09/11/2017

POLICIAIS FEDERAIS E POLICAIS RODOVIÁRIOS FEDERAIS

DO RIO GRANDE DO SUL SE SOLIDARIZAM ÀS LUTAS

CONTRA OS ATAQUES DO GOVERNO TEMER

 

Nesta sexta-feira (10.11.2017), Dia Nacional de Lutas contra os Ataques do Governo TEMER aos Servidores Públicos, os Policiais Federais e os Policiais Rodoviários Federais de nosso Estado, representados pelo SINPEF/RS e SINPRF/RS, registram seu apoio às lutas e sua resistente indignação frente às injustas e sucessivas ofensivas dirigidas pelo Governo Federal.    

Na semana passada, o Governo Federal lançou mais um ataque contra servidores públicos, editando a Medida Provisória 805/17, suspendendo reajuste salarial de 4,75% previsto para janeiro de 2018, parcela que faz parte de correção que repõe apenas 40% das perdas dos últimos 6 anos. Também aumentou a alíquota previdenciária de 11% para 14%, com reflexos diretos para todos os Estados e Municípios. Essas medidas, somadas à flagrante piora das condições de trabalho e o contingenciamento de verbas destinadas à PRF e à PF no último ano, estão trazendo reflexos negativos imediatos à atividade-fim.

O rombo nas contas públicas, causada pela farra promovida pelo atual e pelos últimos governantes, não pode recair sobre os ombros de profissionais cuja efetiva atuação implica na própria existência do Estado. Afinal, qual a razão de ser do Estado se não a hígida prestação de serviços públicos essenciais como segurança, saúde e educação?

Apesar da tentativa de escamotear, saltam aos olhos dados como os R$ 143 bilhões jogados no lixo pelos fraudadores da Previdência; R$ 543 bilhões perdoados a devedores do fisco por meio do novo REFIS; R$ 4 bilhões prestes a serem destinados ao famigerado Fundo de Financiamento de Campanha; R$ 2 bilhões gastos em publicidade só nos últimos meses, sem falar nos bilhões empenhados em Emendas Parlamentares em 2017, sendo a maior parte liberada às vésperas das votações da 1ª e 2ª denúncias contra Michel Temer. 

Num país tomado pela corrupção sistêmica, aumentar receitas às custas do povo significará potencializar ainda mais os esquemas de propinagem e corrupção governamental. Cortar operações policiais, afetando até mesmo a Lava Jato, que já identificou mais de R$ 38 bilhões em desvios, expõe sim a verdadeira intenção das pretensas reformas. Cortar recursos das operações policiais, de fiscalização de trânsito e de inteligência, promovendo um potencial aumento de acidentes e de vítimas fatais deixando famílias órfãs em todo o Brasil, expõe também o descomprometimento do atual grupo governamental com a função social de nossas polícias.

Nós, policiais federais e rodoviários federais, não aceitaremos esse trágico desmonte, motivo pelo qual estamos envidando todos os esforços para retomar a verdade e continuar combatendo, de forma cada vez mais profissional, os desvios éticos que assombram nossa sociedade.

Não pagaremos uma conta que não é nossa e nem do povo brasileiro, mas de um grupo de políticos que saqueou e continua surrupiando o pais, governo após governo.  

 

Porto Alegre/RS, 10 de novembro de 2017.

 

UBIRATAN SANDERSON

Presidente do Sindicato dos Policias Federais do RS – SINPEF/RS

MAICON NACHTIGALL

Presidente do Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado do RS – SINPRF/RS 

 

/sis/storage/uploads/files/NOTA%20DIA%20NACIONAL%20DE%20LUTA%20CONTRA%20ATAQUES%20DO%20GOVERNO%20TEMER.pdf

N° de acessos: 423

Sindicato dos Policiais Rodoviários Federais no Estado do Rio Grande do Sul

Rua Barros Cassal, 33/7° andar - Bairro Floresta - Porto Alegre/RS

CEP: 90035-030 - Fone/Fax: (51) 3226-4044

E-mail: sinprfrs@sinprfrs.org.br

SINPRF/RS © 2018